Centro de Capacitação, Treinamento e Cultura Terra Verde - Rua Saldanha da Gama, 147 - Colégio Batista - Belo Horizonte - MG - CEP. 31.110.210 - Telefone(s): 3036-2911, 3036-2912 e 3036-2936. Fax: 31.30362923.


Projeto 'Banda de Percussão por Juliana Canton

10/01/2011 14:12 - Atualizado em 10/01/2011 14:12

O Terra Verde apoia este projeto.

 “Banda de Percussão” -

Responsável técnico: Juliana Canton -

Sobre o Projeto:

1. Titulo do Projeto: “ Banda de Percussão”
2. Pequena sinopse:
Projeto de Arte Musical

Educar uma criança para a sensibilidade, para a emoção, para o sonho e criação é prepará-la para enfrentar os desafios da vida com uma postura mais humanizadora, mais construtiva e mais criativa, condições essas, essenciais para a prosperidade das novas gerações. 

Este é um projeto que inclui as diversas facetas da expressão artística musical: criação, improvisação, análise e performance,  Todas devem e podem ser estimuladas ou desenvolvidas, sobremaneira, à crianças, jovens e adultos.
O projeto contempla: educação musical , vivência, pesquisa e construção mais refinada de sons, movimento e ritmo, culminando com a formação de  uma Banda-Orquestra.
3. Cidade onde o projeto será realizado:

Belo Horizonte- MG

4. Data de inicio do projeto ( prevista):

À combinar com a instituição

5. Status do Projeto:

Criação de um grupo de percussão.

6. Quantidade de crianças diretamente beneficiadas :


Grupo com 20 crianças à partir de 8 anos ou adolescentes.


7. Linhas de Ação:

7.1.Descoberta e encaminhamento de crianças com talento na arte da musica

7.2.Dar visibilidade positiva para as crianças que participam do projeto


8. Apresentação do Projeto:

O ensino da música no país teve seu grande incentivo com o Canto Orfeônico, implantado em 1930, pelo Maestro Heitor Villa-Lobos. Tal Canto foi apoiado pelo então Presidente Getúlio Vargas, que reuniu 40mil vozes em uma apresentação no Estádio São Januário, Rio de Janeiro. Com o fim da era Vargas, em 1945, e a morte do Maestro Villa-Lobos, em 1959, as iniciativas musicais na educação básica nacional foram praticamente nulas. Em 1971, o Governo Militar instituiu a obrigatoriedade da educação artística, porém, juntando os conteúdos de artes cênicas, plásticas e música em uma única disciplina. Somente em 1996, com a LDB, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, foi determinada a separação das disciplinas, não ficando esclarecido, contudo, no aspecto legislativo, sobre valores, carga horária e assiduidade participativa dos alunos. O uso da arte, hoje, altamente preconizado no meio educacional pelos benefícios inquestionáveis que proporciona ao processo de ensino-aprendizagem, justifica-se como fator motivacional. Sensibilização por excelência, liberação, elevação do tônus vibratório, contribuindo para a absorção de conteúdos educativos e moralizantes. A música como forma de expressão artística passível de ser utilizada neste contexto só vem a tornar mais atraentes e ricas, mais dinâmicas e criativas, as aulas sobre temas distintos, algumas vezes, abstratos ou de difícil absorção, a depender do nível de maturidade ou da realidade pessoal e social da criança. Sabe-se que a cada novo dia, a criança observa, percebe, capta imagens e experiências, o que leva à necessidade de senti-las, avaliá-las, incorporá-las e expressá-las. Nem sempre, porém, as palavras, na linguagem verbal ou gráfica, exprimem em toda a plenitude a intensidade de uma vivência. Certas realidades subjetivas exigem que sua expressão e comunicação se façam através da arte e na música a criatividade infantil se expressa mais espontaneamente. As experiências criativas favorecem, pois, o desenvolvimento e o enriquecimento total da personalidade. Trabalham harmoniosamente a atividade intelectual, a sensibilidade, a habilidade manual, integrando-as em um processo criador. Toda experiência que conduz à criação é educativa.

Concluindo...
Promovendo a desinibição pessoal, o processo artístico permite maior entrosamento de crianças e adolescentes, que se confraternizam, cooperando e crescendo mutuamente. Contribui também valorizando os recursos individuais no campo da sensibilidade. Sabendo que a criança em seu processo de crescer revela bagagem multifacetada e talentos aflorados, ou ainda adormecidos, à espera de situação onde o despertar ocorra com naturalidade, de forma a promover este amadurecer é que se propõe o Projeto Banda de Percussão! Este Projeto será voltado à participação, de , no máximo, 25 crianças, faixa etária 08 a 12 anos,ou jovens.
Pretende-se, com o auxílio de instrumentos musicais e vocal, a estruturação  de uma Banda de percussão.
-

9. Objetivo Geral:

Formar uma banda ,  no prazo de  seis meses , através da Educação musical e artística das crianças, acima de 08 anos, de forma a facultar-lhes aprendizado, vivência, pesquisa e construção mais refinada de sons, movimento e ritmo.

10. Objetivos Específicos, Resultados, Estratégias e Indicadores de Avaliação:

 
Objetivos Específicos    Resultados Esperados    Estratégias/Metodologia do Trabalho    Indicadores de Avaliação do Objetivo Específico      
Entender a música como linguagem (sistema organizado de signos).    Leitura de partituras.    Aulas de teoria musical.     Ao final de 2011,Ser capaz de executar obras musicais simples através da leitura das respectivas partituras      
Saber entoar.    Cantar aplicando a técnica vocal para uma execução vocal afinada e sensível.    Aulas de técnica vocal  (fisiologia da voz, respiração abdominal e execução de exercícios vocais).    Formar, até setembro de 2011, um coral.      
Saber ritmar.    Executar variados ritmos nos instrumentos.    Aulas teóricas sobre figuras de duração do som, exercícios e ditados rítmicos variados.    Executar diferentes obras, com diferentes ritmos até o final de 2011.      
Disciplinar e coordenar movimentos através do ritmo.    Acesso à consciência corporal.    Dinâmicas de coordenação motora.    Criar uma coreografia especifica para a obra musical mais significativa  e apresentá-la publicamente      
Desinibir a criança em relação a sua
corporeidade    Desinibição e Consciência corporal     Jogos teatrais    Criar novos jogos teatrais que expressem as dificuldades de aceitação da corporeidade.       
Incentivar o fazer criativo.    Criar e improvisar.    Aulas de criação e improvisação explorando diversas linguagens artísticas.    Serem capazes até dez.de 2011 de comporem, coreografias, cenas, obras e arranjos.      
Desenvolver a capacidade de concentração,  atenção e memória.    Executar as obras musicais e teatrais de maneira atenta e concentrada.    Oficinas de teoria musical, de teatro, de expressão corporal.    Apresentar saraus musicais, com danças, teatro, coral e execução de obras musicais nos eventos.      
Conhecimento do próprio corpo, pulsação, espaço, ordem e equilíbrio.    Favorecer a sensibilidade e a capacidade rítmica     Dinâmicas de ritmo e vivência corporal    Executar performances que incluem diversas linguagens corporais      
Trabalhar em grupo, dividir espaços e alcançar boas relações interpessoais.    Favorecer a socialização.    Dinâmicas de grupo, elaboração de regras e combinados e momentos de reflexão e espiritualidade.    Serem capazes de manter a disciplina e respeitar os combinados elaborados pelo grupo.     


11.Critérios de seleção para participar do projeto:

As crianças que  já tenham completado 08 anos ou adolescentes.

12. Cronograma das atividades:

Ano I

Implantação do Projeto:

Aquisição e devida alocação de instrumentos e outras ferramentas destinadas à educação musical; armário adequado para a manutenção e guarda dos instrumentos;


Início das aulas teóricas e práticas de educação musical


As oficinas musicais serão ministradas duas vezes por semana com 1h00 de duração cada.

A Coordenação geral do projeto e execução teórica e pratica da oficina de música que resultará na formação da banda ,estarão a cargo da maestrina e mestra/educadora de música Sra. Juliana Canton. (vide currículo anexo) que oferecerá ao Projeto Banda de Percussão, 02 horas semanais de trabalho presencial mais acompanhamento em apresentações, audições, espetáculos e pesquisas, confecção de material, orientações pára ensaio  etc.


Atividade externas de aprimoramento e capacitação:
As crianças irão assistir a duas récitas de ópera ou concerto de vozes e orquestra no Palácio das Artes, Belo Horizonte, MG, e participarão de dois concertos didáticos oferecidos pela Escola de Música da UFMG, Belo Horizonte, MG. 


Ano 01 - Detalhamento

 
Mês    Descrição das atividades e procedimentos musicais       
1    Formalização de contrato com hum (01) profissional músico, Maestro e Professor de Canto com nível superior, especialização e experiência em atividades musicais com crianças e jovens.
      
2    Dinâmicas de movimentos corporais e reconhecimento do pulso, pulsação e tonicidade.
Primeiros contatos com novos instrumentos musicais além dos tambores.       
3    Identificação dos sons do próprio corpo e do ambiente sonoro circundante por intermédio de atividades de discriminação auditiva (vivência e ditados).

      
4    Audição e apreciação de diferentes obras musicais para experimentação, identificação e reconhecimento dos parâmetros sonoros.      
5    Execução dos diversos instrumentos que compõem a banda, conforme pesquisa timbrística.      
6    Reconhecer a capacidade vocal nos exercícios de respiração e no estudo da fisiologia da voz.       
7    Audição, apreciação e análise de músicas eruditas nacionais e internacionais.      
8    Audição, apreciação e análise de músicas populares nacionais e internacionais.      
9    Escolha e apropriação do repertório.      
10    Criação, improvisação e elaboração do arranjo musical coletivo do repertório selecionado.
Ensaio e preparação para apresentação artística.

Avaliação.      
11    Linguagem musical: escrita tradicional da música. Pauta, claves e localização das notas na pauta usando clave de sol. Introdução à partitura.
Primeira apresentação interna da Banda de Percussão.     

 
Mês  Descrição das atividades musicais      
12     Filmes e documentários sobre a história da música.      
13     Execução do repertório selecionado contemplando a linguagem  
         corporal juntamente com a execução de algumas músicas.      
14     Ensaios e preparação para as apresentações artísticas.       
15     Avaliação.      
16     Técnica vocal. Sensibilização da escuta harmônica e melódica.
         Afinação.      
17     Execução de exercícios rítmicos usando o corpo, instrumentos
         musicais e a linguagem oral de poesias e parlendas.      
18     Brincadeiras de musicalização. Atenção, concentração e
         memória.     
19     Treinamento auditivo (ouvido musical). Ditados dos parâmetros do
         som.      
20     Execução de distintos ritmos folclóricos, utilizando instrumentos 
         percussivos de altura indeterminada.      
21     Entoar canções na formação coral para aplicar a técnica vocal e       
        apropriar o repertório.      
22    Teoria musica: leitura e grafia rítmica, figuras de duração e suas
        pausas, compassos simples, partituras e gráficos sonoros.      
23    Execução de peças musicais.     

13. Equipe do Projeto:
 
Quantidade
    Cargo    Descrição da Função      
01    Professora de música e maestrina    Construir a Banda de Percussão, ensaiá-la e regê-la.     

SOLICITAÇÃO DE RECURSOS

1-Instrumentos para a formação da banda

 - item sujeito à avaliação junto à instituição para verificar os recursos e materiais das quais esta dispõem.
-
2-Salário da Professora e maestrina no valor mensal de R$ 1200,00 mensais


Belo Horizonte, 02 de dezembro de 2010.

 
Anexo 2
PROJETO CATA-VENTO. CATA-MÚSICA!

Educação musical de crianças de seis a 12 anos atendidas no Programa Espaço Criança de forma a facultar-lhes aprendizado, vivência, pesquisa e construção mais refinada de sons, movimento e ritmo, culminando com a formação de Coral e Banda. Agregados a estes, criação de Grupos para Performance de Danças, folclórica e contemporânea; Capoeira e Teatro, como formas de atuação artística.
de cd.